terça-feira, novembro 01, 2016

Lancaster + London


No Alfabeto Lisboeta 2016/17 andamos a trabalhar num caderno desdobrável, também chamado de leporello, nome do servo de Don Giovanni - o famoso mulherengo - pois era num caderno deste tipo que Leporello ia guardando/mantendo os nomes dos amores do seu mestre.

Pois bem, a verdade é que um desdobrável permite-nos fazer um registo muito diferente do habitual: sobreposições, contaminações de desenhos, cores ou até mesmo texto. Parece-me que o segredo é deixar sempre alguma coisa inacabada de um desenho para o outro e continuar as linhas como se de um apenas se tratasse.

Neste caso, o conjunto é tão grande que as diferentes histórias são difíceis de contar apenas num post. Comecei em Lancaster, terra inglesa bem típica a Norte de Manchester e terminei em Londres.

Abrir este caderno é como sentarmo-nos no sofá com uma bela chávena de chá a contar histórias de viagens. Não tem fim...

4 comentários:

Ana Crispim disse...

Tambem estou a ficar fã destes cadernos... e como não podia deixar de ser a aprender contigo. A parte que escolheste para o cabeçalho é espectacular.

Miguel Antunes disse...

Eheh que grande cover shot ali no topo. Esmagador :)

Ehpah vou mesmo comprar um leporello (andava a pensar de onde vinha o nome :) à Ketta


Lindo!!

Henrique Vogado disse...

Que grande composição! Gosto bastante do esqueleto com o desenho da cidade. Tenho um Leporello que ainda não experimentei. Tenho de testar isso.

Mário Linhares disse...

Por isto é que não gosto de desenhar sempre no mesmo formato de caderno.
Sempre que mudo, descubro coisas novas no meu desenho.
Se nunca mudar, não se saio da cepa torta...
:)